Natália

Compartilhe a sua história

Estava grávida de quase 12 semanas.

2014 Brasil

Tenho 21 anos e assim como olhar os depoimentos me ajudou muito no processo vim deixar o meu. Tive relações sem proteção com meu namorado, mas tomei a pílula do dia seguinte (que não funcionou) logo após a relação, tudo resolvido. Até que na metade de Agosto minha menstruação que sempre foi regular atrasou, apesar de já ter quase certeza do que estava acontecendo, falei com meu namorado e resolvi fazer o beta hcg. Fiz pela manhã e na tarde do mesmo dia peguei o resultado, deixei pra abrir junto com ele e sim, eu estava super grávida. A única palavra pro momento foi desespero, chorei o resto do dia. Meu namorado pra minha surpresa só faltava dar pulos de alegria, sempre foi o sonho dele ser pai. Eu estava completamente perdida, quando resolvi contar pra minha mãe, e ela que sempre me entendeu muito disse estar do meu lado em qualquer decisão que eu tomasse. De início decidi ter a criança, achei que iria me acostumar com a ideia, mas as semanas iam passando e eu ficava cada vez mais cabisbaixa. Não tinha vontade de comer porque tudo que comia colocava pra fora, não saía mais, era só casa e trabalho. Até que com a ajuda da minha mãe, tia, uma prima e duas amigas resolvi interromper a gravidez. Umas das minhas amigas já tinha abortado com o Cytotec então foi fácil conseguir o remédio e orientações. Quando consegui os remédios já estava com quase 12 semanas pelas minhas contas, fiquei com medo porque sabia que era o limite e muito arriscado. Então no dia 5 de Setembro depois que saí do trabalho tomei. Coloquei 2 em baixo da língua e introduzi 2, as 8 da noite. Minha mãe ficou comigo caso acontece algo, e minhas amigas acompanharam por mensagem. 2 horas depois sentia cólicas semelhantes ás que sentia quando estava menstruada, nada horrendo como li nos depoimentos. Por volta de 10 da noite adormeci. Acordei as 3 da manhã com uma vontade enorme de fazer xixi e vi a cama com uma poça de sangue, já sabia que era a hora. Ao sentar no vaso senti descer, dois coágulos enormes caíram no vaso, mas não consegui ver exatamente porque saía muito sangue. Até que senti algo pendurado, quando abri as pernas pra olhar era o feto, se soubesse não teria olhado é forte demais. Muito pequeno ainda, mas era nítido o início de sua formação, segundos depois caiu no vaso e dei descarga. A primeira sensação que tive foi de alívio, eu estava “livre”, depois de quase 3 meses consegui dormir tranquila pela primeira vez.No dia seguinte trabalhei normalmente, quando fui ao banheiro na hora almoço senti sair um coagulo enorme que imaginei ser a placenta, não sentia nada apesar do intenso fluxo de sangue. O sangramento foi forte apenas nos 2 primeiros dias, durando no máximo 7. Vocês que decidiram fazer, muito cuidado e coragem, tenham absoluta certeza de que é isso que querem. Acho que temos o direito de controle sob nossas vidas, meu namorado até hoje acha que simplesmente tive um aborto espontâneo e ficou muito abalado quando contei, mas sei que teremos uma vida inteira pela frente pra realizar esse sonho. Eu optei pelo meu futuro e sei que se escolhesse ter essa criança ia ser complicado demais apesar de toda ajuda que receberíamos de ambas famílias. Eu não estava pronta. Sei que mesmo meu namorado me dando total apoio e assistência por ter um cargo excelente na empresa que trabalha a responsabilidade e a dependência da criança sempre é na maior parte da mãe. Agora quase 4 meses depois sei que tomei a decisão certa. Eu e meu namorado continuamos juntos e mais felizes que nunca. No meu caso foi bem tranquilo, mas é algo que só se passa uma vez na vida, preferia ter me protegido pra não ter visto a cena do meu “bebê” pendurado daquela forma. é algo que sei que não esquecerei nunca.

A ilegalidade de seu aborto afetou seus sentimentos?

Não

Como as outras pessoas reagiram ao seu aborto?

As poucas que sabiam, minha mãe, uma prima e duas amigas, me deram total apoio.

Paloma

tenemos derecho a decidir, a no ser juzgadas!!! nosotras también tenemos…

Jennifer

Sin duda ha sido la decisión más difícil que he tomado en lo que llevo de vida

Ammy

Yo he estado en las dos caras de la moneda, cuando tenia 16 años quede…

alexandra

j´ai eu un avortement

yunni lee

yo aborte. por mi situación económica, por tener otro hijo, porque estudio y…

Ala

Jestem mamą 2ki dzieci i kiedy na teście zobaczyłam ponownie dwie kreski byłam…

Miqueyla

No me arrepiento de lo que hice. Abortar suena demasiado frío , asi que mejor…

Lili

I interrupted my early pregnancy

Charlie

An abortion in an abusive relationship

Вика а

I had an abortion я сделала аборт и не жалею. это бил правильный выбор. Я…

Emi

Fiz um aborto porque adoro crianças e acredito que só podemos deixar um…

E.

Decyzja o aborcji była najcięższą do tej pory..

Brenda

Having an abortion was the right thing for my family.

Katarzyna

Nie mogłam mieć dziecka z kilku powodów: jeszcze się uczę, chłopak w ogóle nie…

Elizabeth Elizabeth

Yesterday was my second abortion. My first one was an easy choice as I was just…

Amarie

I got pregnant by the guy I was only dating for 2 months. I found out about it…

Vicky

I had an abortion when I was 21. I knew right away that I was pregnant--within…

Angeli

I had an abortion