Maria Madalena

Compartilhe a sua história

Fiz um aborto e me sinto muito, muito aliviada!!!

2009 Brasil (nascido em Brazil)

Quanto ao aborto, tenho a plena certeza que foi o melhor a ser feito... não só pra mim, como para minha familia !!! Só tenho a agradecer a toda a equipe da women on web por oferecer essa opção para mulheres que vivem esse tipo de situação!! Desejo sorte para todas que se encontram nessa situação, tenham força e fé!!

Foi tranquila, não foi tão "ruim" quanto eu imaginava... Primeiro tomei o mifespritone que não teve nenhum efeito colateral ... ao tomar os 4 comprimidos senti muito enjoo e fiquei com muito medo de vomitar e perder os medicamentos... mas aguentei... tive diarreia forte e sentia muito enjooo...comecei a sentir umas colicas e tive um pequeno sangramento, Depois quando tomei os outros 2 comprimidos, senti fortes cólicas e tive um intenso sangramento... mas nada muito "insuportável"... acho que como sempre tive muitas cólicas já estava acostumada com esse tipo de dor e desconforto...Mas sangrei bastante nesse primeiro dia, mas no outro dia o fluxo ja tinha diminuído bastante... Acredito que amadureci muito depois dessa terrível situação... não me sinto culpada pelo aborto, mas sim por ter me envolvido com esse sujeito que foi um boçal, um estúpido, que não me ajudou em NADA e ainda ficava debochando de mim, me chamando de "desesperada", de "histérica"...nossa... é nesse momento em que vemos como realmente não podemos contar com as pessoas que mais confiávamos... ninguem mesmo é digno de nossa total confiança... por isso acredito que essa triste experiência me fez crescer...

Quando engravidei pela primeira vez, a minha primeira ideia também era de abortar... porém meu namorado (na época) me fez desistir e disse que me apoiaria e de fato me apoiou sempre... mas foi uma época muito difícil, ele não tinha estabilidade finaceira, morávamos de favor na casa de familiares, ainda não tinha completado meus estudos, foi muito dificil pra mim principalmente... Hoje estou numa situação muito mais confortável... e ainda vivemos juntos! Mas essa gravidez, foi fruto de uma "aventura", um adultério... mas mesmo que não fosse eu teria tomado a mesma decisão...porque não me sinto segura e nem tenho estrutura para ter mais uma criança nesse momento... quero investir na educação da nossa criança, e o meu companheiro ainda não tem emprego fixo e todos dependem apenas de mim..por isso não acho justo que uma decisão dessas dependa de pessoas que não vão carregar essa responsabilidade como eu carrego, ninguem vai me ajudar a pagar as despesas como eu ... então eu tenho certeza que NINGUEM pode me julgar e me OBRIGAR a ficar grávida por uma questão moral!!

A ilegalidade de seu aborto afetou seus sentimentos?

Pelo fato de ser "ilegal" eu me senti por muito tempo insegura e com medo de ser "descoberta" e denunciada... Mas sempre estive certa quanto a minha decisão em abortar!! Fico triste apenas por não ter uma opção legal quanto a esse tipo de procedimento, pois o aborto no Brasil só é permitido em casos específicos e nunca só pela opção da mulher... isso é muito discriminado por aqui... muitas mulheres (mesmo algumas que já abortaram) são contra o aborto!! Um absurdo, uma hipocresia!!!

Como as outras pessoas reagiram ao seu aborto?

Contei para 3 pessoas o meu problema... a minha "melhor" amiga foi a primeira para quem contei que estava grávida e que pretendia abortar. Ela foi contra, disse que eu estaria comentendo um "assassinato" mas que não iria me julgar, e preferiria que eu nem tivesse contado nada pra ela... Me senti muito mal, pq eu não sabia nem por onde começar. Pois para procurar os medicamentos ou clinicas eu teria que me expor, e ao me expor estava sujeita a esse tipo de situação, onde me julgariam e ainda corria o risco de não conseguir o que eu queria...Comecei a tomar um monte de porcarias de chás, remédios, receitas "caseiras", etc... só passei mal, nada funcionava... Depois contei para um outro amigo.. que não foi contra mas também foi um inutil, ninguem sabia onde eu poderia conseguir os tais remédios e eu me sentia cada vez mais desesperada. fui numa farmácia perguntei pelo remédio o farmaceutico me olhou com cara feia... disse que esse remédio é proibida a venda nas farmácias que eu não iria achar em lugar nenhum... me senti muito mal, envergonhada e constrangida... parecia que todo mundo sabia das minhas intenções... e todo mundo me condenava por isso...é horrível!!! Depois de cair em um golpe (depositei uma grana para uma pessoa que conheci na internet na promessa de receber por sedex 10, imagina, tava fácil demais mesmo... enfim.. nunca recebi os tais medicamentos e a pessoa simplismente sumiu dos meus contatos)... Aí resolvi contar para o sujeito que me engravidou na esperança que ele ao menos pudesse encontrar os remédios... dei 500 reais na mão dele e ele me veio com apenas 3 comprimidos.. que não fizeram efeito algum... entrei em pânico, pois ao comunicar que não tinbha dado certo para esse sujeito, ele me enrolou por uma semana dizendo que ia atras de novo do medicamento o que eu percebi que não poderia esperar pela "boa vontade" dele em me ajudar... aí desisti da "ajuda" dele que só me fez perder mais dinheiro, pq nem para pagar pelo produto ele foi capaz... Eu ja tinha visto o site da women on web, mas pelo desespero em não querer esperar muito, acabei perdendo dinheiro a toa... aí após todos esses erros eu decidi que essa seria minha ultima tentativa e recorri ao auxílio do site, e graças a equipe da women on web, eu consegui!! O mais difícil mesmo foi a agonia pela espera dos medicamentos, que chegaram em 2 semanas... cada minuto que passava eu me sentia masi "grávida" e cada vez mais desesperada... Quando recebi o pacote foi o momento de maior alivio, fiz tudo como me orientaram e acredito que deu tudo certo!!!

Fabiola Moreno

I had an abortion when I was 16 years old.

Paulina

Zrobiłam to, mimo że nigdy nie myślałam że będę potrzebować takiej pomocy. Mimo…

Jennifer

At the age of 15 I was told that I would likely never be able to get pregnant…

Clara Souza

Goataria de compartilhar essa experiência com vocês para dizer fiquem…

Katarzyna

Nie mogłam mieć dziecka z kilku powodów: jeszcze się uczę, chłopak w ogóle nie…

xjustynax

Od stycznia tego roku, poczułam, że w końcu zdobyłam mężczyznę którego tak…

M.

Nie chce się rozczulać. Każda kobieta sama podejmuje tą decyzję ale powinna…

Ania anonimowa

Odpowiednia pora.

Erika

I knew I had to do it from the moment I found out.

Kendra

I had my first abortion. The experience was very difficult. I went back and…

Tiffany

I am still healing from my decision - it really is a wide range of emotions.

Catarina Fernando

Tenho 18 anos e os meus pais nunca iriam aceitar que eu tivesse um filho com…

Daniela Moraes

É fácil defender o aborto das outras. Difícil é decidir quando a gente precisa…

Ivana

I had an abortion and never talked about it with anyone

Constanza

Aborto seguro, entorno amoroso

Eunji A

낙태 당시에는 신체적으로 힘들었지만 지금은 컨디션이 평상시로 돌아왔습니다