Chris

Share your story

1996 Brazil

Eu tinha 16 anos, e ele era meu primeiro namorado. Nunca tive muita liberdade de diálogo em casa, meus pais sempre tiveram vergonha em falar sobre sexo, e eu também tive medo deles proibirem meu namoro se soubesses que eu estava pensando no assunto. Então acabei iniciando minha vida sexual sem muito respaldo. Fazíamos o método da tabelinha e coito interrompido...o que todos sabem que não funciona como método contraceptivo. Após 4 meses, engravidei. Senti muitos enjoos e um medo absurdo de ter colocado minha vida "fora". Meu namorado, na época com 19 anos, conseguiu dinheiro e fomos a um ginecologista, que confirmou a gravidez e me mandou ao shopping comprar sapatinhos. Eu só chorava. Não conseguia me imaginar mãe, tinha medo da reação dos meus pais, não queria casar (meu namorado achou que casar seria a solução, mas eu nem gostava dele tanto assim), estava no meio do ano letivo, e tinha medo da reação que as pessoas teriam...tinha medo dos olhares, dos comentários, do preconceito que sofreria, do julgamento alheio. Passaram quase 3 meses e minha mãe, claro, notou que algo estava errado e abri o jogo. Em 3 dias meus pais encontraram a clínica, conseguiram o dinheiro e eu fui. A clínica ficava em uma casa totalmente acima de qualquer suspeita. Entramos, fiz um exame de toque, uma ecografia, e marcaram para o dia seguinte. Foi rápido. Lembro de acordar aliviada e envergonhada. Mas não vejo outra saída. Hoje, se engravidasse novamente, teria a criança, mas aos 16 anos, não via outra solução além do aborto. Me culpo, sim. Penso nisso até hoje, e acredito que não vá esquecer nunca. Peço perdão pela minha fraqueza e também pela coragem de passar por isso tão nova. Arrependimento, não tenho.

Did the illegality of your abortion affect your feelings?

Não

How did other people react to your abortion?

Apoiaram

Tlhogi Tshegofaso

I did it when I was 4 weeks. Its was tremendously painful and horrific. The…

Dulcinea Vázquez

Las pastillas tardaron un poco mas de 3 horas en hacer efecto, no presenté…

Claudiagyn

Aconteceu comigo.

helenka

Mój chłopak mieszka w innym kraju. Na miesiąc przed wyjazdem do niego zaczęłam…

Maria

Ser mamá por elección, no a la fuerza.

Candice

My first pregnancy came quite unexpectedly. I was 17 and my boyfriend and I had…

Emily

It isn't and shouldn't be as taboo as it is made out to be.

SD

I had an abortion. It was in October of 2008, when I was 21. The guy I was…

Meaghan

I want to change the world.

Fer

100% segura

K

I was extremely lucky to find a safe place for my abortion.

Ka

O dono do meu corpo e do meu destino sou eu, e não a sociedade hipócrita e…

Kiara

Lo hice por amor al bebé, no me merecía como mamá.

Izabela

Mam 20 lat i zupełnie nie byłam przygotowana na ciąże.
Ja i mój chłopak…

Machilla

“I had an abortion” will appear automatically, but please feel free to change…

Daisy

I had an abortion about seven years ago when I was 16. I was in an abusive…